30 junho 2015

[RESENHA] Clube da Insônia- Tico Sta. Cruz

Título: Clube da Insônia
Autor: Tico Sta. Cruz
Editora: Belas Letras
Ano de Publicação: 2012
Número de Páginas: 104
Skoob: Adicione

Na noite, a fúria e a paixão se encontram. O submundo emerge às ruas, evocando gente esquecida que não tem vez nem voz e perambula pela cidade em busca de luz. A noite também é a casa da diversão sem hipocrisia, da embriaguez, da luxúria, das angústias e das reflexões de quem não consegue adormecer antes de a loucura se recolher novamente aos seus abrigos diurnos. De olhos bem abertos, o músico Tico Santa Cruz, líder da banda Detonautas Roque Clube, leva o leitor a um mergulho na escuridão para compartilhar seus medos e seu inconformismo, em textos viscerais que pulsam do início ao fim, madrugada adentro, até o sol nascer. 


Em muitas de suas noites de insônia, Tico Sta. Cruz utilizava deste tempo para escrever textos, crônicas, poesias e contos; estes que eram postados em um blog, denominado Clube da Insônia. Tico soube aproveitar esse distúrbio de forma muito produtiva, o que acabou rendendo-lhe a oportunidade de selecionar algumas de suas obras e publicá-las em um livro que leva o mesmo nome do antigo blog- Clube da Insônia (o blog atual agora possui o nome do cantor www.bloglog.com.br/ticosantacruz).

Resolvi comprar esse livro, pois desde a minha adolescência eu sempre fui muito fã da banda Detonautas, e principalmente do vocalista, Tico Sta. Cruz. Não só pela música, mas pelas ideias que muitas vezes eram relacionadas a críticas sociais. Sempre acompanhei o blog dele e foi uma sensação muito gostosa ler no livro alguns textos que eu já havia visto, e acabei relembrando.

O livro é dividido em parte 1 e parte 2. Na parte 1 encontramos textos mais reflexivos sobre autoconhecimento, vida, consciência e é claro experiências pessoais como a do texto “Das Coisas que Mudam o Mundo” que com certeza é uma das cenas mais engraçadas de se imaginar. A parte 2 é recheada de temas polêmicos, regado a muita crítica social e política. Eu, particularmente sempre gostei desse lado crítico do Tico, desde sempre me fez abrir os olhos e ver que nem tudo é festa e que quase sempre somos passados para trás, principalmente por nossos governantes e não devemos nunca abaixar a cabeça diante dessas situações.

É muito difícil escolher apenas um quote ou um texto favorito, mas vejam este a seguir que na minha opinião é mais do que uma reflexão, é um ensinamento:
“Encontrar conforto no desconforto foi fundamental para que pudesse rever o caminho da luz. E a luz só brilha porque existe a escuridão.
Para ter a sensação de que estamos felizes, precisamos ter a de que estamos tristes. Não é possível se viver só no sol. Sem a noite, não conseguimos perceber as cores lindas de um dia de verão, as flores colorindo a estação, as crianças sorrindo. O mal é necessário para que possamos entender o bem.”
Sobre as ilustrações, Carlinhos Muller soube retratar muito bem o contexto, além disso, a edição possui uma diagramação perfeita. 


Sou suspeita para falar, mas super recomendo a leitura de Clube da Insônia.
um super beijo e até o próximo post!

4 comentários:

  1. Carol, eu nunca li nada dele, mas tenho muita curiosidade, principalmente pelos seus tantos elogios aos livros do cantor. Acho q vou colocar esse na lista de leituras futuras, pq parece muito legal mesmo. Sobre o quote, não há nada mais verdadeiro que isso: para ser feliz é preciso saber qdo se foi triste, assim como para saber o q é bom é necessário conhecer o q é ruim. Ficou confuso, mas a vida tbm é assim, então, tá valendo, rsrsrs.
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahh Joe, vc tem q ler! os livros não são longos e fluem mto bem. hahahaha eu entendi, mas é realmente isso. um beeijo!

      Excluir
  2. Heey!
    Eu ainda não conhecia o livro, parece ser fantástico!!
    Abraços =)
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir

Be Kind! ♥ Não aceitarei comentários com xingamentos.
Aceitarei e responderei cada comentário apenas depois de lê-los ♥