19 julho 2015

[Resenha] Ensaio Sobre a Cegueira- José Saramago

Título: Ensaio Sobre a Cegueira
Autor: José Saramago
Editora: Companhia das Letras
Ano de Publicação: 1995
Número de Páginas: 312
Skoob: Adicione

Um motorista parado no sinal se descobre subitamente cego. É o primeiro caso de uma "treva branca" que logo se espalha incontrolavelmente. Resguardados em quarentena, os cegos se perceberão reduzidos à essência humana, numa verdadeira viagem às trevas.
O "Ensaio sobre a cegueira" é a fantasia de um autor que nos faz lembrar "a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam". José Saramago nos dá, aqui, uma imagem aterradora e comovente de tempos sombrios, à beira de um novo milênio, impondo-se à companhia dos maiores visionários modernos, como Franz Kafka e Elias Canetti. Cada leitor viverá uma experiência imaginativa única. Num ponto onde se cruzam literatura e sabedoria, José Saramago nos obriga a parar, fechar os olhos e ver. Recuperar a lucidez, resgatar o afeto: essas são as tarefas do escritor e de cada leitor, diante da pressão dos tempos e do que se perdeu: "uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos".



Oi gente! Tudo bem com vocês?
Antes de tudo, gostaria de informar que o projeto Saramago tem sido um desastre! Nada contra o Saramago, mas sim com a minha vida mesmo. Pretendo ler os outros livros, mas não sei quando rsrs.
Ensaio Sobre a Cegueira possui uma estória daquelas de revirar o estômago. Tudo começa com um homem no trânsito que aguarda em seu carro o sinal verde para prosseguir, só que algo acontece e ele não sai do lugar. Logo somos levados a imaginar que ocorreu algum problema com o carro, o que é algo perfeitamente normal de acontecer no dia a dia, mas dessa vez não foi bem o que aconteceu. Logo várias pessoas começam uma aglomeração ao redor do carro e tentam contato com o motorista que permanece imóvel. Ao abrir a porta do carro o indivíduo diz "estou cego".

 "Assim como o hábito não faz o monge, também o ceptro não faz o rei, esta é uma verdade que convém não esquecer."

Somos então apresentados ao Primeiro Cego. Pessoas que mantiveram contato com este cego, passam a cegar da mesma maneira que ele: inexplicavelmente e repentinamente. O interessante desta cegueira, é que ela não é comum, trata-se de uma cegueira branca, ou seja, o cego "vê" tudo branco, como se tivessem acendido todas as luzes, ao contrário da "cegueira tradicional" onde tudo fica inteiramente preto. As autoridades então resolvem isolar os cegos, com medo de uma epidemia, e as mandam para um manicômio desativado. A medida que vão surgindo mais cegos, estes são imediatamente transportados para o local e assim o caos vai tomando forma. Eles então passam a viver em condições desumanas: não há água ou comida suficiente para todos, não há camas o suficiente, não há remédios e é claro, não há organização ou limpeza. E como não há limites para pior, alguns cegos decidem tomar o "poder" de maneira violenta e então eles passam a ter um líder nojento e asqueroso que só piora a situação do local. Os cegos então passam a viver literalmente como animais, lutando por sobrevivência.


Eu não tenho palavras para descrever o nojo que senti da raça humana depois que terminei de ler esse livro. Eu não quero falar muito, por conta dos detalhes, tenho medo de estragar a sua experiência caso você venha ler esse livro. Recomendo que você tenha estômago pois ocorrerão situações que o nojo e a raiva serão inevitáveis. Mas é claro que em algumas situações serão de comemoração e felicidade, pois você acabará torcendo por eles, tenho certeza.

A maneira como livro foi escrito pode fazer com que o leitor estranhe um pouco no começo, até acostumar, por exemplo: os personagens não possuem nomes. O autor sempre os cita devido alguma referência como o Primeiro Cego, a Mulher do Médico, o Médico, etc; as falas das personagens são escritas direto, ou seja, não há travessão ou aspas, elas apenas são escritas com letras maiúsculas na mesma linha; há também algumas palavras escritas em português de Portugal mas nada disso nos impede de ler e entender perfeitamente a estória.

O livro é composto de várias reflexões e quotes legais. Saramago com toda certeza foi um gênio com a capacidade de imaginar coisas incrivelmente sensacionais.

"É desta massa que nós somos feitos, metade de indiferença e metade de ruindade."

O livro foi adaptado para as telonas em 2008, com direção de um brasileiro, Fernando Meirelles, tendo como atores Julianne Moore, Mark Ruffalo, Gael García Bernal, Danny Glover e a também brasileira, Alice Braga. Tive a oportunidade de assistir ao filme no ano de lançamento, e pelo que me lembro, é uma obra fiel.
Com toda a certeza, recomendo a leitura dessa obra fantástica e altamente reflexiva.
um beeijo! e até o próximo post.

15 julho 2015

Li até a página 100 e... 4#


Cinquenta Tons de Cinza
E. L. James

PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
" Nunca? - Suspira ele."

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Acredito que a estória já é bem conhecida, não? Uma garota inocente, Anastasia Steele, realiza uma entrevista com um bilionário gato, Christian Grey, e se sente "atraída" por ele.  Ele, por sua vez, também sente uma atração por ela, mas, da maneira dele.

O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Não está me agradando, sinceramente. Tive a impressão de que os diálogos são forçados e ao mesmo tempo bobo, além de não ser bem escrito...não sei explicar hahahaha.

O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Achei Anastasia inocente até demais e Christian problemático misterioso.

MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
Por incrível que pareça, não marquei nenhum :(

VAI CONTINUAR LENDO?
Não. Não consigo fazer a leitura fluir e a estória não me prende. Não vai adiantar eu insistir nesse livro, pois assim vou acabar atrasando toda a minha pilha que já está muito atrasada.

ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
"- Porque não me contou, porra? - rosna."

um beeijo e até o próximo post! :)

09 julho 2015

[Resenha] Cidades de Papel- John Green

Título: Cidades de Papel
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 368
Skoob: Adicione

 Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.
Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.
Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia. 



Oi gente! tudo bem com vocês?
Eu não sei ao certo quanto tempo este livro (que é da minha cunhada) ficou comigo, na minha estante esperando para ser lido. Se eu soubesse que a leitura seria tão divertida e tão rápida eu com certeza teria lido antes.

Em Cidades de Papel somos apresentados a Quentin Jacobsen, um nerd engraçado e sua amiga de infância Margo Roth Spiegelman. Q é apaixonado pela amiga/vizinha e essa paixão se estende mesmo após ambos se afastarem com o tempo. Em uma noite qualquer, Margo surge na janela do garoto com a cara pintada, como se fosse para uma guerra e pede a sua ajuda para executar um plano de vingança contra algumas pessoas. Quentin aceita e parte para uma noite de aventuras. No dia seguinte, o coitado fica todo apreensivo, imaginando que após a noite anterior Margo e ele finalmente vão voltar a ser amigos. Só que a menina some, desaparece. Q logo encontra algumas pistas deixadas por ela e decide segui-las até encontrar Margo, pois imagina que é isso que a menina deseja.


Eu não vou negar para vocês que Cidades de Papel me surpreendeu. Eu não sou fã de John Green, então não tinha nenhuma expectativa quanto a este livro. Além disso li várias resenhas onde a maioria do pessoal não havia gostado por conta do final. Eu particularmente tenho que discordar. Eu gostei muito do final justamente por não ser clichê. É diferente e arriscado (como disse minha amiga Joana).
A linguagem jovem que o autor usa torna a leitura leve e agradável. Além disso o livro não é longo e como a história prende o leitor por conta do misterioso sumiço de Margo, é quase impossível parar de ler. Eu mesma fiquei super ansiosa para saber pra onde ela tinha ido, o motivo da partida e se Q iria realmente conseguir encontrá-la.
"É muito difícil ir embora - até você ir embora de fato. E então ir embora se torna simplesmente a coisa mais fácil do mundo." pág. 262
 Como já disse, gostei muito do livro e me julguem, mas gostei mais de Cidades de Papel do que de A Culpa é das Estrelas. As várias mensagens que o livro traz também me agradaram muito e me levou a refletir sobre as escolhas que fazemos para nossas vidas.

ah! o filme baseado no livro estréia hoje nos cinemas e estou muito afim de conferir. Quem sabe em breve conto para vocês o que achei... mas isso não é uma promessa rsrs já aviso.



um beijo e até o próximo post! <3

08 julho 2015

Li até a página 100 e... 3#


Convergente
Veronica Roth

PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
"Disparo, cerrando os dentes com tanta força que eles rangem."

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
O sistema de facções está desfeito e os sem-facção dominam a cidade de maneira opressora. Evelyn, a líder dos sem-facção, não permite que ninguém ultrapasse a cerca ou que alguém escolha ser a favor do antigo sistema.Nesse meio, alguns a apoiam, outros são totalmente contra e aí somos apresentados aos Leais, ou seja, aqueles que vão lutar para ultrapassar a cerca e descobrir o que há no mundo que os aguarda depois da barreira.

O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Eu estou gostando. A única coisa que tem me irritado não tem a ver com a estória e sim com a maneira que ela está sendo apresentada; de forma alternada entre Tris e Quatro, ou seja, cada capítulo é narrado sob a visão de uma das personagens. Não consegui me adaptar e as vezes penso que é a Tris que está falando, quando na verdade é o Quatro e aí fico confusa :(

O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Em comparação ao livro Insurgente, Tris está até agora de boa, então estou achando ela aceitável.

MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
“-É por isso que abandonei a nossa facção - fala Christina. - Ser honesto não significa falar o que quer na hora que quer. Só significa que o que você escolhe falar será verdade." pág.67
VAI CONTINUAR LENDO?
Lógico! Apesar de ter tomado um spoiler imenso sobre o final, não me desanimei com a leitura.

ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
"Vamos encontrar Tori."

30 junho 2015

[RESENHA] Clube da Insônia- Tico Sta. Cruz

Título: Clube da Insônia
Autor: Tico Sta. Cruz
Editora: Belas Letras
Ano de Publicação: 2012
Número de Páginas: 104
Skoob: Adicione

Na noite, a fúria e a paixão se encontram. O submundo emerge às ruas, evocando gente esquecida que não tem vez nem voz e perambula pela cidade em busca de luz. A noite também é a casa da diversão sem hipocrisia, da embriaguez, da luxúria, das angústias e das reflexões de quem não consegue adormecer antes de a loucura se recolher novamente aos seus abrigos diurnos. De olhos bem abertos, o músico Tico Santa Cruz, líder da banda Detonautas Roque Clube, leva o leitor a um mergulho na escuridão para compartilhar seus medos e seu inconformismo, em textos viscerais que pulsam do início ao fim, madrugada adentro, até o sol nascer. 


Em muitas de suas noites de insônia, Tico Sta. Cruz utilizava deste tempo para escrever textos, crônicas, poesias e contos; estes que eram postados em um blog, denominado Clube da Insônia. Tico soube aproveitar esse distúrbio de forma muito produtiva, o que acabou rendendo-lhe a oportunidade de selecionar algumas de suas obras e publicá-las em um livro que leva o mesmo nome do antigo blog- Clube da Insônia (o blog atual agora possui o nome do cantor www.bloglog.com.br/ticosantacruz).

Resolvi comprar esse livro, pois desde a minha adolescência eu sempre fui muito fã da banda Detonautas, e principalmente do vocalista, Tico Sta. Cruz. Não só pela música, mas pelas ideias que muitas vezes eram relacionadas a críticas sociais. Sempre acompanhei o blog dele e foi uma sensação muito gostosa ler no livro alguns textos que eu já havia visto, e acabei relembrando.

O livro é dividido em parte 1 e parte 2. Na parte 1 encontramos textos mais reflexivos sobre autoconhecimento, vida, consciência e é claro experiências pessoais como a do texto “Das Coisas que Mudam o Mundo” que com certeza é uma das cenas mais engraçadas de se imaginar. A parte 2 é recheada de temas polêmicos, regado a muita crítica social e política. Eu, particularmente sempre gostei desse lado crítico do Tico, desde sempre me fez abrir os olhos e ver que nem tudo é festa e que quase sempre somos passados para trás, principalmente por nossos governantes e não devemos nunca abaixar a cabeça diante dessas situações.

É muito difícil escolher apenas um quote ou um texto favorito, mas vejam este a seguir que na minha opinião é mais do que uma reflexão, é um ensinamento:
“Encontrar conforto no desconforto foi fundamental para que pudesse rever o caminho da luz. E a luz só brilha porque existe a escuridão.
Para ter a sensação de que estamos felizes, precisamos ter a de que estamos tristes. Não é possível se viver só no sol. Sem a noite, não conseguimos perceber as cores lindas de um dia de verão, as flores colorindo a estação, as crianças sorrindo. O mal é necessário para que possamos entender o bem.”
Sobre as ilustrações, Carlinhos Muller soube retratar muito bem o contexto, além disso, a edição possui uma diagramação perfeita. 


Sou suspeita para falar, mas super recomendo a leitura de Clube da Insônia.
um super beijo e até o próximo post!

25 junho 2015

[Diário de Leitura] 1# Tripulação de Esqueletos- Stephen King


Oi gente! tudo bem com vocês?
Esses dias eu terminei de ler um conto do Stephen King, de um livro em pdf que me passaram, e fiquei pensando em uma forma de contar para vocês o que eu achei, mas sem ter que ler o livro todo para poder resenhar caso contrário a resenha não sairia tão cedo rsrs. Então decidi criar o "Diário de Leitura" e conforme eu terminar de ler um conto, ele será resenhado aqui no blog. Espero que vocês gostem.

Título: Tripulação de Esqueletos
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 624
Skoob: Adicione 

Contos: Aqui há Tygres | O Macaco | Caim Rebelado | O Atalho da Sra. Todd | A Excursão | A Festa de Casamento | Paranoico: Um Canto | A Balsa | O Processador de Palavras dos Deuses | O Homem Que Não Apertava Mãos | Um Mundo de Praia | A Imagem do Ceifeiro | Nona | Para Owen | Sobrevivente | O Caminhão do Tio Otto | Entregas Matinais (Leiteiro n°1) | O Carrão: Uma História sobre o jogo da Lavanderia (Leiteiro n°2) | Vovó | A Balada do Projétil Flexível | O Braço de Mar |

Vovó
Eu como sempre, toda errada, não segui ordem nenhuma e decidi começar pelo conto que mais chamou a minha atenção e aguçou a minha curiosidade: Vovó. 
A estória começa com ar de despedida. A mãe de George lhe repassa as últimas orientações e demonstra certo ar de preocupação com o filho, já este ficará sozinho com sua Avó moribunda, uma vez que seu irmão, Buddy, quebrara a perna e estava no hospital.  Enquanto sua mãe passava as últimas orientações, George parecia tentar convencer a si mesmo que não havia problema em ficar com a Vovó e ao mesmo tempo sua mente era inundada de recordações dele quando criança, chorando, com medo do abraço da velha de aparência assustadora. A mãe do garoto parte, e ao que tudo indica, irá demorar para retornar. George tenta de todas as maneiras distrair o pensamento, "rezando" para que sua Vó continue dormindo, pois assim ele não teria que entrar no quarto e ter contato com ela. Acontece que de tanto tentar distrair o pensamento, ele acaba na verdade relembrando de algumas conversas que ouvia junto com seu irmão atrás das portas, e que na época, não conseguia entender. Depois dele ficar remoendo lembranças que iam surgindo do nada na sua cabeça, o menino liga os pontos e deduz que sua vovó é uma bruxa que tem pacto com o demônio e é aí que o negócio começa a ficar tenso de verdade. Eu fiquei super agoniada por ele, sério! O final é perturbador, inesperado e muito medonho. Gostei bastante, ficou na minha cabeça por algumas horas e tenho que confessar que me deu um certo medinho hahaha Vejam vocês que logo de cara eu tive sorte e gostei muito do primeiro conto lido e isso fez com que eu queria ler os outros o quanto antes.

Há um episódio da série Além da Imaginação (The Twilight Zone) baseado nesta obra. O ep. leva o mesmo título do conto (Gramma) e foi lançado nos anos 80. Não assisti, mas pretendo.
Além da série, a obra também foi adaptada para o cinema no ano passado (2014), chama-se Mercy e não sei se terei coragem de assistir. Sim, sou medrosa pra caramba!

um beijo gente! me contem suas impressões nos comentários. Ah! se você já leu/assistiu, vou adorar saber sua opinião. Até o próximo post.

22 junho 2015

Li até a página 100 e... 2#



Cidades de Papel
John Green

PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
"- Eu estava contando pra sua mãe que tenho um sonho recorrente por ansiedade- disse ele."

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Quentin Jacobsen é um jovem, apaixonado por sua vizinha Margo Roth Spiegelman desde a infância. Margo por sua vez é uma doida varrida que até então parece não corresponder a essa paixão. Ambos eram amigos e costumavam brincar juntos, até que um dia após uma situação atípica, a amizade deles se dilui. Depois de anos sem contato, em uma bela noite Margo arrasta Q para uma aventura enchendo o garoto de esperanças.

O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Estou achando bacaninha, muito adolescente, mas bacana. A escrita do autor é bem fácil, o que ajuda muito a leitura fluir.

O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Quentin é engraçado e todo apaixonado. Gostei dele, mas acho que ele vai acabar se lascando no final.

MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
Claro que eu vou escolher o quote mais clichê de todos rsrs

“-Eis o que não é bonito em tudo isso: daqui não se vê a poeira ou a tinta rachando ou sei lá o quê, mas dá para ver o que este lugar é de verdade. Dá para ver o quanto é falso. Não é nem consistente o suficiente para ser feito de plástico. É uma cidade de papel. Quer dizer, olhe só para ela, Q: olhe para todas aquelas ruas sem saída, aquelas ruas que dão a volta em si mesmas, todas aquelas casas construídas para virem abaixo. Todas aquelas pessoas de papel vivendo suas vidas em casas de papel, queimando o futuro para se manterem aquecidas. Todas as crianças de papel bebendo a cerveja que algum vagabundo comprou para elas na loja de papel da esquina. Todos idiotizados com a obsessão por possuir coisas. Todas as coisas finas e frágeis como papel. E todas as pessoas também. Vivi aqui durante dezoito anos e nunca encontrei ninguém que se importasse realmente com qualquer coisa.” pág.68

VAI CONTINUAR LENDO?
Sim! Quero saber o que acontece depois da noite de vinganças malucas.

ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
"Fui sentado no banco que Margo havia ocupado."



*Ideia original Estante Lotada. Para levar esse meme (tag) para o seu blog, clique aqui.

um super beijo e até o próximo post!

19 março 2015

[Resenha] Insurgente- Veronica Roth

Título: Insurgente
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 512
Skoob: Adicione

Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.


Oi gente! tudo bem com vocês? bom, hoje com a estreia nacional de Insurgente, eu resolvi contar para vocês o que eu achei do livro.
Para quem não sabe, Insurgente é a continuação de Divergente, série distópica da autora Veronica Roth.

PODE CONTER SPOILERS!

Neste volume o romance de Tris e Quatro não é o centro das atenções, como eu imaginava que seria. Tris encontra-se em estado de choque e não consegue sequer pegar em uma arma, por conta da perda de seus pais, pelos acontecimentos na Audácia e por ter matado seu amigo Will.  Isso acaba influenciando diretamente na relação deles, que agora, segue abalada por falta de confiança.

Quatro e Tris seguem hospedados em outras facções, sempre fugindo, mas em busca de informações sobre a verdade sobre o mundo onde vivem, sobre as facções e sobre o objetivo de Jeanine. Alianças inimagináveis são feitas, há morte de personagens importantes e traição.
As surpresas dessa história são realmente incríveis! Deixa qualquer um de boca aberta e com muita raiva também.


Por ser um "livro ponte" eu gostei muito, apesar de que em determinados momentos, achei que a leitura ficou massante. É como se acontecessem milhares de coisas mas ao mesmo tempo não acontecesse nada. O bacana é que mais detalhes sobre as outras facções são revelados, incluindo também os sem facções, que aparecem muito mais agora.

Eu devo confessar que quando li Divergente, eu gostei muito da Tris, e olha que é muito raro eu gostar de um personagem principal, principalmente sendo mulher. Mas agora, nesse volume a Tris me deu MUITA RAIVA. Chamei ela de burra várias vezes hahahaha mas ok, espero que em Convergente ela não seja tão impulsiva.
"Ele cheira a suor, ar puro e menta. O cheiro de menta é da pomada que usa as vezes para relaxar músculos doloridos. Ele também cheira a segurança, como uma caminhada por um pomar ensolarado ou um café da manhã silencioso no refeitório. Nos momentos antes de cair no sono, quase me esqueço da nossa cidade devastada pela guerra e do conflito que nos encontrará em breve, se nós não o encontrarmos primeiro."
Cap. 5, pág 58

Apesar disso, eu recomendo a leitura de Insurgente e estou ansiosa por Convergente. Para quem já leu, me conte suas impressões.

um beijo e até o próximo post.

17 março 2015

Projeto Leitura 2015- Saramago

Créditos: https://artesmendes.wordpress.com/ | http://bibliotecacolorida.blogspot.com.br/
Oi gente! tudo bem com vocês?
Eu sei, sumi mais uma vez e olha, nem vou pedir desculpas, eu realmente não tenho vergonha na cara rsrs

Hoje, eu vim apresentar para vocês um projeto, idealizado pela Joana Masen, do blog Coisas que Eu Sei onde o meu bloguinho foi convidado a participar, juntamente com outros blogs super bacanas. Eu nunca participei de nenhum clube de leitura ou clube do livro então fiquei suuper animada em participar do Projeto Leitura 2015 que é basicamente isso, um clube de blogueiros leitores, que irão ler alguns livros previamente selecionados de um autor específico, discutir e a cada 2 meses resenhar com a nossa opinião. Tcharããn!

O autor escolhido para esse ano, foi o sensacional José Saramago. A experiência, com certeza, será ótima, pois é uma oportunidade de conhecer algumas obras desse renomado autor e também interagir com blogs amigos.


Livros escolhidos:

1- Ensaio Sobre a Cegueira
2- As Intermitências da Morte
3- Caim
4- Ensaio Sobre a Lucidez

Blogueiros participantes:

Joana Masen
Coisas que eu sei que sei

Guilherme Dias
Enjoy the Little Things

Domenica Mendes
Leitor Cabuloso

Paulo Henrique
Estante Jovem

Ana Venturelli
Biblioteca Colorida 

Liziane Goulart
O Maravilhoso Mundo da Leitura

Fiquem ligados, pois agora em março, teremos a primeira resenha.

um beijo! e até o próximo post.

04 fevereiro 2015

Comprinhas de Janeiro

Oi gente!
Como Janeiro chegou ao final ok estou atrasada hahaha vou mostrar para vocês os presentes e as aquisições desse mês lindo <3

Bom, vou deixar registrado aqui a minha tristeza snif! snif! pois 2015 chegou para revolucionar a minha vida literária. Acontece que eu estipulei como meta comprar apenas 1 livro por mês! Isso mesmo, apenas 1 livrinho :/ Eu preciso me controlar pois a pilha de livros novos só aumenta e além disso, tenho alguns projetos pessoais e preciso economizar MUITO para conseguir concretizá-los.

Além disso, eu montei uma WishList de filmes, pois quero muito começar uma coleção de Blu-rays. Logo vou postar aqui os desejados de 2015. Então, depois dessa choradeira toda, vamos ver as minhas aquisições?


Logo quando a Suma de Letras anunciou o lançamento de Doutor Sono eu já fiquei enlouquecida e determinei como principal compra de janeiro o livro Doutor Sono do nosso querido autor Stephen King. Doutor Sono é a continuação de  O Iluminado e conta o que aconteceu com Danny Torrance após o sua terrível experiência no Overlook Hotel, então antes de iniciar a leitura de Doutor Sono, terei que ler antes O Iluminado, livro que eu já tenho, mas está lá, na pilha de livros não lidos. rsrs

Ganhei do meu pai o livro Clube da Luta do autor Chuck Palahniuk. Eu não conheço a história e isso é proposital. Sempre que vejo resenhas sobre esse livro eu faço questão de não ler, pois eu sempre quis ler o livro ou pelo menos assistir ao filme sem saber nadinha de nada do enredo. Até o momento eu consegui! ebaaa! mas não sei quando eu vou conseguir ler o livro ;( todos choram

 Do meu namorado <3 eu ganhei o livro A Segunda Vez que te Conheci do meu autor nacional favorito, Marcelo Rubens Paiva.


E agora Sras. e Srs. temos uma novidade: comprei também minha primeira HQ *_*  pois é, eu pretendo me aproximar mais desse mundo, pois os gibis da Turma da Mônica fizeram parte da minha história de "criança leitora". Resolvi iniciar por The Walkinkg Dead #1, o HQ que deu origem a aclamada série de TV. Eu simplesmente AMO a série pois é uma das poucas que eu assisto. Eu já li a HQ e em breve vou contar sobre essa minha experiência aqui no blog. Certo?

Como citei anteriormente, quero colecionar filmes que eu gosto em formato de Blu-ray e em Janeiro a Fnac da minha cidade estava com VÁRIOS títulos por R$19,90! Queria comprar todos, mas controlei minha compulsão e comprei apenas Bonequinha de Luxo. Cemitério Maldito, clássico baseado na obra de Stephen King (resenha do livro aqui) foi presente do meu namorado <3 muito amor.

essas foram as minhas aquisições, espero ser forte e controlar as minhas compulsões durante os outros meses para ter sucesso nos meus planos particulares :)
e vocês? quais foram suas aquisições? 
um super beijo e até o próximo post!

26 janeiro 2015

[Resenha] Mentirosos- E. Lockhart

 Título: Mentirosos
Autor: E. Lockhart
Editora: Seguinte
Ano de Publicação: 2014
Número de Páginas: 271
Skoob: Adicione

Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão numa ilha particular. Cadence – neta primogênita e principal herdeira –, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Cadence admira Gat por suas convicções políticas e, conforme os anos passam, a amizade com aquele garoto intenso evolui para algo mais.

Mas tudo desmorona durante o verão de seus quinze anos, quando Cadence sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido... até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.


Oi gente! hoje eu vim contar para vocês o que eu achei do livro Mentirosos da E. Lockhart. Para começar eu acho super importante destacar que ler este livro não estava nos meus planos. Acontece que minha amiga, e blogueira Joana, pediu para que eu lesse o livro para que ela pudesse comentá-lo com alguém. Joana, deixo aqui o meu MUITO OBRIGADA por me "fazer" ler esse livro. Êta livro sensacional gente! Do jeitinho que eu amo.

Com a narrativa em primeira pessoa, o livro no começo possui uma leitura arrastada. Por esse motivo levei mais tempo do que esperava para terminá-lo. É recheado de suspense, de uma maneira bem sofisticada e possui um toque de romance. O livro contém metáforas espetaculares logo nas primeiras páginas. Separei aqui para vocês, um quote que expõe exatamente o que quero que vocês entendam:
Então sacou a pistola e atirou no meu peito. Eu estava em pé no gramado e caí. O buraco da bala se alargou e meu coração saiu rolando da caixa torácica até o canteiro. O sangue jorrava continuamente da ferida aberta,
depois de meus olhos,
meus ouvidos,
minha boca.
Tinha gosto de sal e fracasso. A desonra vermelho-vivo do desprezo encharcava o gramado diante da nossa casa, os tijolos da entrada, os degraus da varanda. Meu coração se debatia entre as peônias como uma truta.
Minha mãe me repreendeu. Disse para eu me recompor.
Em uma metáfora perfeita, Cadence fala da partida de seu pai. No primeiro momento imaginei que ela havia mesmo levado um tiro, mas ao ler a continuação dei risada e vi que na verdade era como ela estava se sentido diante da situação trágica.


A estória gira em torno da família Sinclair, onde todos passam as férias de verão em uma ilha particular. Cadence, a protagonista, e seus primos inseparáveis desde pequenos são chamados de Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, Cadence sofre um acidente estranho, e não se lembra de tudo. Após dois anos retorna a ilha para juntar as lembranças e descobrir o que realmente aconteceu. Não é o tipo de romance policial que eu estou acostumada a ler, mas me agradou muito. Na orelha do livro há uma breve descrição informando que "a prosa lírica e o estilo seco e denso farão você mergulhar na cabeça dos Sinclair", e eu concordo totalmente!

Não poderei dar mais detalhes pois tenho medo de estragar a surpresa que este livro guarda no final que NOSSA! É de deixar qualquer um boquiaberto. E o melhor de tudo é que durante toda a leitura a autora dá várias pistas, e é claro que eu só consegui ver que tudo fazia sentido depois que cheguei no desfecho rsrs. Vi que várias pessoas choraram com o final... acho que não sou tão sentimental pois não chorei galera, sorry!

Então, para finalizar, eu SUPER recomendo a leitura de Mentirosos. Após concluir a leitura acessem o fórum de discussão no próprio site da editora seguinte, é muito legal e você poderá compartilhar as suas impressões sobre o final sem estragar a "surpresa" com algum spoiler. Ou então façam como a Joana hahaha

um super beijo e até o próximo post!

20 janeiro 2015

[TAG] Orkut Literário


Oi gente!

Recentemente fomos 'tagueados pela Joana do Coisas que Eu Sei a responder a TAG Orkut Literário e imediatamente me animei, pois só quem teve uma conta nessa rede social sabe o quaaanto era LEGAAAL!

*Essa foi criada pela Ariel, do Verão de noventa e Quatro. A TAG é uma homenagem a primeira rede social de sucesso mundial, que conquistou milhares de adeptos e deixou saudade em muita gente quando foi desativada no ano passado.

As questões devem ser respondidas com base em perfis que os personagens teriam no Orkut, utilizando alguns recursos que a rede disponibilizava, como scrap e depoimentos. Demais né? eu AMAVA mandar e receber depoimentos <3


1. Um personagem 100% sensual:

Nossa gente, ta aí algo que eu nunca pensei hahaha sei lá, acho que  Edward Cullen, de Crepúsculo, era sensual... me julguem!

2. Um personagem 100% divertido:

Ahh gente, com certeza o Chuck da série Maze Runner. Dei várias risadas com esse fofinho <3

3. Um personagem 100% confiável:

Achei essa difícil. Na verdade eu acho que é muito difícil um personagem ser 100% confiável, mas vamos lá, acho que o Gale de Jogos Vorazes se mostrou o mais próximo disso.

4. Um personagem para ser fã:

Sou fã do Gus de A Culpa é das Estrelas gente <3 Imagina ter um amigo tão fiel quanto ele? sonho né?

5. Um personagem para quem eu mandaria um depoimento fofo:

Eu vou concordar com a Joana: Will, de Métrica. Ele é tão fofo, mas tão fofo gente, que não existe no mundo real alguém como ele pois é :/

6. Um personagem para bloquear:

Lee, de No Escuro. Peloamordosantopai! Esse cara tinha que ser proibido até ter uma conta no Orkut hahaha

7. Um personagem para add sem scrap:

Harris Sinclair, de Mentirosos... achei ele grosseiro, preconceituoso, não perderia meu tempo mandando um scrap para ele.

8. Um personagem que "mal conheço mas já considero pakas":

Quatro, da série Divergente. Só li o primeiro livro e ele me cativou logo de cara :)

Bom é isso gente, espero que vocês tenham gostado.

Para responder essa TAG, eu escolho o meu novo parceiro Guilherme, do Blog Enjoy the Little Things, mas caso você queira responder, não há problema algum, desde que dê os devidos créditos.

e aí? vocês concordam comigo? quais personagens vocês escolheriam?

um beeijo e até o próximo post!

18 janeiro 2015

Li até a página 100 e... 1#



Mentirosos
E. Lockhart

PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
- Acordou cedo- ela diz quando entro.

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
O livro fala sobre a família Sinclair, onde todos passam as férias de verão em uma ilha particular. Cadence, a protagonista, e seus primos inseparáveis desde pequenos são chamados de Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, Cadence sofre um acidente estranho, e não se lembra de tudo. Após dois anos retorna a ilha para juntar as lembranças e descobrir o que realmente aconteceu.

O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Somente agora, depois de 100 páginas é que eu comecei a gostar, pois estava tudo meio parado e não acontecia nada.

O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Estou achando a Cadence muito molenga hahaha eu no lugar dela já teria colocado todos na parede para saber o que aconteceu ao invés de aceitar que as lembranças surgirão sozinhas.

MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
O livro está recheado de quotes bacanas! Vou citar um que eu e minha amiga Joana gostamos:

E eu vi Gat,
vi aquela rosa na mão dele,
e, naquele momento, com a luz do sol entrando pela janela e brilhando sobre ele,
as maçãs sobre a bancada da cozinha,
o cheiro de madeira e maresia no ar,
eu rotulei de amor.

VAI CONTINUAR LENDO?
Sim! Quero ver o que acontece nesse final que todos falam ser sensacional.

ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
- Meu avô reclama para minha mãe.


*Ideia original Estante Lotada. Para levar esse meme (tag) para o seu blog, clique aqui.


um super beijo e até o próximo post!

17 janeiro 2015

Sorteio + Novo Blog Parceiro

Olá lindos leitores!

começo esse post hoje com muuuita felicidade! Tenho duas notícias muito legais:

A primeira é que agora nós somos parceiros do blog Enjoy the Little Things, onde o Guilherme compartilha conosco dicas de livros e filmes, resenhas, desafios, etc, uma lindeza só :) Vale a pena visitar.



E olha, já começamos essa parceria com o pé direito. A segunda notícia é que o blog Mais um Trecho foi convidado a integrar um sorteio onde serão sorteados 3 isso mesmo, três livros novinhos, lindos e cheirosos para um sortudo (a).



Para participar é muito simples, basta preencher o formulário abaixo:

Lembrando que:

- É necessário ter endereço de entrega no Brasil;
- O sorteio começa hoje, 17/01/2015 e vai até o dia 17/02/2015;
- Os ganhadores terão 72 horas para responder ao e-mail, informando seus dados para envio dos prêmios;
- Os prêmios serão enviados pelos blogs em até 45 dias. Os blogs não se responsabilizam por extravios, roubos ou perdas por parte dos Correios, nem mesmo pelo reenvio das encomendas.

a Rafflecopter giveaway


boa sorte a todoos, um beeijo e até o próximo post!

09 janeiro 2015

12 livros x 12 meses


Olá leitores!

Durante as “férias” do blog, eu estive pensando em arrumar uma maneira de NÃO FALHAR com a meta de leitura do ano; ler a maioria dos livros que comprei/ganhei; terminar de ler as séries- daquelas que só li o primeiro livro e por fim; aqueles que eu comprei, mas perdi a vontade de ler por algum motivo.

Tive uma ideia, nem tão genial assim hahaha pois é claaaaro que muitas pessoas com certeza devem se organizar dessa maneira rsrs eu separei aqueles livros onde eu terei a OBRIGAÇÃO de ler durante o ano de 2015... Olha só, o prazo é super longo! Dessa vez não tem desculpa :/ tenho o ano inteiro para ler, podendo ler mais ou menos de um durante o mesmo mês.


Agora vamos a minha lista de livros obrigatórios* para 2015:

50 Tons de Cinza - Erika Leonard James
Insurgente- Veronica Roth
Convergente- Veronica Roth
Pausa- Colleen Hoover
Essa Garota- Colleen Hoover
A Elite- Kiera Cass
A Escolha- Kiera Cass
O Chamado do Cuco- Robert Galbraith
O Bicho-da-Seda- Robert Galbraith
1984- George Orwell
Morte Súbita- J. K. Rowling
Na Estrada da Noite- Joe Hill

Obs: irei ler outros livros fora estes.

Hahahaha! Será que eu estou atrasada? Sim ou claro?

Conforme for terminando as leituras, venho aqui contar para vocês :)

Um beijo e até o próximo post!

07 janeiro 2015

O “Blog Dramin” MUDOU e agora virou “Mais um Trecho”


Olááááár!

Olha só que voltou mais repaginado do que nunca e beeem no dia do leitor! Rsrs Minha gente, eu estava morrendo de saudades de escrever no blog, sério!

Desde o final de 2014, eu já estava com a ideia fixa de muda-lo; não só o layout, mas também o nome (url) e principalmente o foco das postagens.
Não ficou assim, exatamente da maneira que eu imaginava, mas para começar, acho que está bom. Não vou desistir, um dia vou deixar esse bloguinho exatamente do meu jeitinho.

Quero compartilhar com vocês que uma das coisas que eu mais me apaixonei nessa fase de mudanças foi a ilustração. Essa bonequinha não é a coisa mais linda gente? A autora dessa fofura é a Rê Montenegro, dona do blog Mulher Vitrola. Eu super recomendo o trabalho dela!

Por aqui, continuaremos a falar principalmente sobre livros, prometo tentar ser uma pessoa mais dedicada, mas vou aproveitar o espaço para falar um pouquinho sobre filmes e dar algumas dicas aleatórias também.

O esquema das postagens também mudou. Antes eu postava quando dava na telha, agora é questão de honra postar pelo menos 3 vezes na semana... mas é claro que pode acontecer de eu falhar algum diazinho...ou compensar e postar muito mais :)

No decorrer deste mês, pretendo ir apresentando alguns projetos, algumas ideias que vim desenvolvendo ao longo dessa manutenção que o blog passou.

Espero que vocês gostem e que seja um ano muito proveitoso para nós.

Aos parceiros do antigo blog, aproveito para avisar que mandei e-mail para cada um, questionando se desejam manter a parceria. Novos parceiros também são bem-vindos! Se alguém se interessar, basta encaminhar um e-mail para carolparducci@hotmail.com com o título Parceiro- Blog que em até 24hs eu responderei o e-mail informando algumas condições.

Ah! agora o blog também possui página no Facebook.  Curtam a página, comentem e compartilhem. Assim vocês ajudam na divulgação e também ficam por dentro de tuuudo o que rola por aqui.

Curta nossa página no Facebook

Um beijo e feliz do leitor!