30 junho 2014

O que eu achei de: Bala na Agulha

Oi oi gente!

Quando eu fui preencher a listagem de livros para o Desafio Literário 2014 não tive dúvidas sobre qual autor eu escolheria para o mês de junho: o nosso querido autor nacional Marcelo Rubens Paiva.  Li há alguns anos dois livros dele e achei simplesmente fantástico- Blecaute e Feliz Ano Velho.  Meu namorado sempre foi MUITO fã dele e foi ele que me apresentou a este excelente autor.


O livro é narrado pelo personagem principal Thomaz; um traficante brasileiro que mora em Nova York. Este leva uma vida sem emoções e anseia por mudanças que o tirem de tal monotonia. Seu desejo é prontamente atendido quando percebe que alguns policiais brasileiros estão atrás dele. Diante dessa possível ameaça, ele acaba tomando decisões impulsivas e de fato desesperadas para se livrar de tal situação, com isso Thomaz acaba sendo vítima de uma tremenda armação e agora (além de tudo) se vê envolvido em um brutal assassinato em Manhattan.

Enrolei MUITO para ler esse livro, mas quando comecei, acabei lendo-o em três dias. Isso porque eu precisava saber o que iria acontecer! Marcelo, como sempre, carrega a estória com temas polêmicos (alguns a meu ver são desnecessários), porém, não deixa a desejar com o final simplesmente surpreendente. A leitura flui muito rápido, não há “enrolação” no desencadear da história e a linguagem é extremamente fácil.

Confesso que Blecaute ainda é o meu queridinho, mas de qualquer forma, gostei sim do livro e recomendo a leitura para aqueles que amam um suspense policial.

"Enquanto ela estava no chão, amarrei a extremidade da corda no seu pulso. Fui arrastando-a para o quarto. Gritou (mesmo com o lenço preso na boca), mas ninguém ouviu. Coloquei-a na cama, joguei meu corpo sobre o dela e ameacei:
- Vou usar esta faca se não colaborar! Seus olhos azuis perderam o brilho que, antes, ela tinha me lançado. Agora, olhos vermelhos, olhar assustado, cheio de ódio."

Título: Bala na Agulha
Autor: Marcelo Rubens Paiva
Páginas: 164
Ano: 2007
Editora: Objetiva
Classificação: 4 estrelas

beeeijos!

13 comentários:

  1. Oi, Carol!
    Acho que já te falei isso, mas vou falar de novo: Sem´re quis ler algo de Marcelo Rubens Paiva, mas nunca li!
    Adoro esses livros que te prendem e você acaba lendo tudo num tapa!
    =D
    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá Carol, como vai?
    Acredita que ainda não conhecia nada sobre o Marcelo, eu sei que sou desligado da literatura nacional kkkk
    Gostei da dica, assim que der eu vou dar uma chance aos livros.
    Beijos

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo! eu vou bem, obrigada :) e você?
      ahhh pois agora conhece ein? leia sim, ele é um ótimo autor e esse livro por exemplo é suuuper curtinho.

      Excluir
  3. Engraçado Carol, nossas opiniões são parecidas: eu tbm acho que o Marcelo escreve muito bem e sabe incluir críticas e conflitos em seus livros sem deixar a estória pesada demais ou apenas com tom de protesto. Claro, meu queridinho tbm é "Blecaute", mas esse livro tbm é muito bom.
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha! é verdade Joe, concordo com você em todas as questões... até do queridinho rsrsrs :)

      Excluir
  4. Nunca li nada do autor, mas adorei a premissa do livro. Gosto muito de livros desse gênero. Já coloquei na minha lista de leituras.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou :) vale a leitura viu? super indico.

      Excluir
  5. Oi Carol, gostei da sinopse do livro e, além de tudo, é de um autor brasileiro uhuu.
    Beijos

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. NUnca li Rubens Paiva... que vergonha... rs
    Depois dessa resenha, fiquei com vontade de mudar isso agora!!
    Bjs, Lu - http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. leia sim Luiza, é bem legal viu? super recomendo :) é um dos meus autores nacionais favoritos

      Excluir
  7. Oi, Carol. Puxando aqui na memória, percebi que nunca li uma resenha sobre este autor. Lembro que na bienal uma colega ficou louca quando soube que tinha perdido a ida dele, mas que era superfã. Vou procurar mais e melhor, porque essa capa eu deixaria passar batida.

    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    PS: Hoje é meu níver e do blog. Passa lá! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa, sério? fui a primeira? :) que legal. ahh eu ficaria com o mesmo sentimento rsrs

      Excluir

Be Kind! ♥ Não aceitarei comentários com xingamentos.
Aceitarei e responderei cada comentário apenas depois de lê-los ♥